Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


“War Thunder” foi, pra mim, e pra alguns de meus amigos, uma grata surpresa depois de instalado e devidamente jogado, se você vai adiante no jogo as surpresas aumentam cada vez mais, especialmente por se tratar de um jogo MMO gratuito, e acrescento: quantos jogos de guerra você já viu de graça por aí? Tá, existem alguns, mas poucos com a qualidade e jogabilidade de “War Thunder”.

O jogo é da russa “Gaijin”, e retrata combates aéreos ocorridos na segunda guerra mundial, e apesar de existir umabirra de geral por a empresa supostamente vangloriar heróis de sua terra o tempo todo, isso não desmerece de nenhuma forma o trabalho efetuado, tanto no jogo, quanto no live-action (minha opinião). E o live-action vem para homenagear justamente um combate histórico, que culminou com o final da guerra e queda alemã, pois ao subestimar e invadir a antiga União Soviética, rumo a capital Moscou, em outubro de 1941, os alemães, até então invencíveis, tomaram um revés.

Sobre o jogo: “War Thunder” é um jogo simples, com comandos facilitados através do mouse e mais umas poucas teclas do teclado; basicamente consiste em ganhar level e abrir novos aviões, consequentemente equipamentos para as aeronaves. Com o tempo você abre diversos aviões e tem direito a utilizar mais de um por batalha, é possível comprar equipamentos/dinheiro do jogo também, como qualquer MMO que se preze.

São poucos mapas, mas a dinâmica do jogo não permite qwarthunder01ue eles fiquem cansativos ou repetitivos, na verdade as horas passam e você acaba nem sentindo, especialmente se estiver jogando com amigos em conferência (o jogo exige estratégia e a comunicação do grupo facilita bastante as coisas).  O objetivo, resumidamente, é impedir o avanço do inimigo, destruindo os anti-aéreos, as embarcações, os blindados e também as aeronaves.

E é basicamente isso que se vê no curta “Victory is Ours”, onde projéteis rasgam o cenário e são utilizados como personagem principal, nos guiando por todo sentido do jogo e de uma guerra, matar ou morrer. A trilha sonora fica a cargo da banda russa Murakami, fazendo um cover da música “Do not Hurry”, de Anna German, uma polonesa que fez bastante sucesso cantando em sua língua de origem e em russo. É Rússia que não acaba mais, mas vale muito a pena conferir. Assista o curta abaixo e se você gostou do jogo, ele consta na Steam para download gratuito. E se você já jogou dê a sua nota logo abaixo!

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

War Thunder: um dos melhores F2P ganha curta live-action
Quantos churros vale esse jogo?
8.8Nota
Nota do Leitor: (1 Voto)
0.6