Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


As não tão recentes produções da Marvel e DC para o cinema e televisão foram grandes responsáveis por popularizar o universo das HQs para além de seu público habitual, tornando-as conhecidas também para quem tem pouca ideia da vasta produção gráfica. Mesmo com o crescente número de produções vindas dos quadrinhos, chama bastante atenção o pouco foco que se dá as heroínas nesse meio. Um exemplo mais atual se deu com a Viúva Negra, personagem interpretada por Scarlet Johansson.

Que Vingadores: Era de Ultron é um grande sucesso comercial da Marvel, é sabido. Que a Marvel investiu pesadamente em sua divulgação, outra verdade.  Ainda assim, mesmo com toda a animação que antecipou a chegada do filme, a personagem de Johansson foi praticamente esquecida pelos produtos da Marvel e parceiros para promover VingadoresNão há bonecas da Viúva nas prateleiras de lojas infantis, seja sozinha, seja nas versões em conjunto dos personagens (que contam com Gavião Arqueiro e Ultron, por exemplo).

viuvanegratoyheroicgilrs00

 

Vale lembrar que a personagem não é novata no universo cinematográfico da Marvel, tendo participado de quatro filmes e, inclusive, fazendo parte da equipe no primeiro Vingadores. Ela é uma Vingadora e capaz de muita coisa: lutar, atirar, lidar com o Hulk, pular de jatos em cima de uma moto, mas parece que encontra, ainda, um muro intransponível para conseguir chegar até os produtos de divulgação. Esse “esquecimento” da personagem não é isolado. O mesmo aconteceu com Gamora (Zoe Saldana), uma das protagonistas de Guardiões da Galáxia e que também foi esquecida pela Marvel, principalmente na linha de bonecos mais voltados às crianças. No caso recente da Viúva Negra, a repercussão na internet tomou fôlego promovida através de hashtags como #WheresNatasha e #cadeviuvanegra, mostrando a insatisfação do público e trazendo ao debate a necessidade de maior e melhor representação das personagens. Até mesmo Mark Ruffalo, que parece ter umas ideias bastante importantes a ensinar pros outros homens do elenco, saiu em defesa dos produtos da Viúva Negra.

viuvanegratoymarkruffalo00

 

Histórias da Marvel protagonizadas por mulheres ocuparam sete lugares entre as dez revistas mais vendidas no site Comixology, sendo que a versão feminina de Thor superou o número de vendas da versão masculina, e a cada dia mais mulheres ocupam espaços no universo relacionado às HQs como consumidoras, roteiristas, ilustradoras ou coloristas. Cada vez mais participamos de discussões (virtuais e reais) voltadas a esse universo e, ainda assim, as personagens femininas continuam sendo deixadas de lado na promoção e produção dos novos títulos e as próprias demandas de maior representação feminina nos quadrinhos parecem ser ignoradas. Sim, isso é frustrante!

Viúva Negra, Gamora, Feiticeira Escarlate e Mulher Maravilha são algumas dentre diversas heroínas conhecidas das garotas de hoje. São personagens que se transformam em exemplo para as meninas: exemplos de força, física e emocional, de inteligência, de independência. Personagens que mostraram que lutar como uma garota, correr como uma garota, agir como uma garota ou falar como uma garota não tem nada de ruim porque ser uma garota não é algo ruim. Quando elas procuram pela boneca da Viúva, ou de outra personagem, estão também buscando a possibilidade de ser como elas, de reviver e assimilar o que a personagem passa, do mesmo jeito que os meninos procuram seus exemplos nos bonecos do Capitão América ou Hulk (ou mesmo em bonecas! Por que não?). A boneca da Viúva Negra importa sim, pois faz parte da construção da personalidade das meninas, igual a outros diversos fatores que a rodeiam (inclusive os que são diariamente empurrados sobre nós mulheres). Importa porque nos faz lembrar, a meninas e mulheres, que uma garota pode sim salvar o dia. E isso é maravilhoso.

 

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.