Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Sempre quando pensamos em skateboard, vem à nossa cabeça metrópoles ocidentais, com prédios e arquiteturas no estilo contemporâneo grafitadas. Mas já pensou em uma versão à lá 1001 noites, com direito a paisagens com monumentos e construções persas?

Neste documentário, onde Patrik Wallner foi até o Irã e Turquia filmar skatistas no centro de Teerã e na Península da Eurásia, mostra como a prática do skate tem ganho espaço.

Apesar dos problemas políticos e geográficos da região, é lindo ver como o esporte pode mudar a imagem que temos de um local. Só lembrando que skate não é um esporte popular para aqueles lados, portanto iniciativas como a de Mohammad Javad Rahimi, de 27 anos, que abriu uma fábrica de pranchas de skate, são pioneiras por lá.

Aproveite  o documentário e veja que precisamos muitas vezes rever nossa visão do mundo, e abrir nossas mentes para ver o quanto o esporte, não importa qual, pode contribuir para nossa integração.

 

 

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.