Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Uma Noite de Crime é uma série de filmes de terror muito bem constituída por James DeMonaco, sua ideia tem como base algumas construções político-sociais claras que temos em nossa sociedade, mas ele as usa de forma escancarada (e não que nós não tenhamos isso nas favelas, nas periferias e onde nossos olhos privilegiados não alcançam). O primeiro filme, mais fraco deles, já deixa claro que DeMonaco pode tirar algo bacana de seu rascunho, as atuações pífias não conseguem entregar algo bom ali, mas o segundo filme já se estabelece anos luz a frente do primeiro.

Uma Noite de Crime traz uma elite cansada da criminalidade (tadinhos) e que, no poder, resolve criar o “dia do expurgo”, onde as pessoas podem cometer crimes para “aliviar suas tensões”, isso com a desculpa de que tal política amenizaria a criminalidade (uma realidade anarco-utópica). A verdade é que a elite, munida de mansões altamente protegidas, está imune ao “dia do expurgo”, ou, então, está por traz dele completamente quando se arma e vai atrás da população pobre em chacinas sanguinárias, paramentada até mesmo pelos militares, adentrando bairros pobres e matando a revelia quem quer que seja. A população pobre cai, os riquinhos se veem livres deles, os privilégios se restabelecem. Nada de novo sob o sol.

No terceiro filme, remanescentes do segundo filme batem de frente com essa elite, desistindo da luta somente corpo a corpo e da cansativa e injusta luta pelo lado de fora, e lançam candidatura, mostrando para população periférica que o tal “dia do expurgo” não é benéfico para essa parcela da população e que eles devem ser contrários a ele. A candidata, claro, será ameaçada, bem como seus eleitores e quem a proteger. É O Ano da Eleição!

Clique nas imagens para abrir a galeria:

Só me causou bastante estranhamento a divulgação do filme, feita pela Universal Pictures Brasil, estar utilizando o nome 12 Horas Para Sobreviver e a “#” com o mesmo nome, depois de já ter usado Uma Noite de Crime nos dois primeiros filmes da série e de ter creditado o filme assim no IMDB, sinceramente, não tem nenhum sentido, é uma trilogia, senhores, não caguem no patê.

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.