Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


A THX é uma empresa que surgiu dentro da Lucasfilm nos idos de 1983 advinda da necessidade que George Lucas tinha de garantir que o som de O Retorno de Jedi fosse gravado e veiculado nos melhores locais, com os melhores equipamentos, as melhores instalações e os melhores profissionais, resultando naquilo que ele havia tido como ideal no início. O THX, portanto, é um padrão, um selo de qualidade, desenvolvido por Tomlinson Holman, esse selo é garantia de que aquele cinema, teatro, ou equipamento de som, conta com o que há de melhor na indústria de sonorização. Todas as casas e tecnologias que possuem essa garantia de qualidade, que ganhou novas regras a partir de 2002, a maioria delas cinemas, reproduzem no início de suas sessões a clássica vinheta da empresa, essa vinheta conta com uma apresentação simples do logo acompanhado de um efeito conhecido como “nota deep”, que já povoou meus ouvidos inúmeras vezes (quase explodindo eles em algumas ocasiões, hahaha).

Versões e versões depois, a vinheta ganha vida nova (ou “morte” nova) pelas mãos da Two-Shots Production, que injetou nela um tanto de psicodelia e um pouco de terror, sendo que até mesmo a “nota deep” recebeu uma distorção um tanto apavorante, e ao final o logo ainda vem acompanhado da frase bizarra “See you on the other side” (na tradução literal: “Te vejo do outro lado”). A frase dúbia faz um trocadilho entre morte e, possivelmente, o “lado negro da Força“, o que me faz pensar que devemos, mais uma vez, gastar nossa audição em todas essas loucuras que estão por vir em galáxias muito distantes com qualidade de som absurda! Isso fica claro quando o que inicialmente parecia a íris de um olho, se assemelha, também, ao “funil” de uma nave viajando na velocidade da luz (será que eu é que estou viajando demais?). Além disso, o tom obscuro da vinheta me faz questionar se teremos um Star Wars que segue o padrão “Batman do Nolan” de fazer filmes, onde tudo vem da destruição, da escuridão. Enquanto nenhuma dessas perguntas podem ser respondidas e ficam no plano do devaneio, confira abaixo algumas das vinhetas da empresa e também as novas versões:

BÔNUS TIME!

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.