Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Felipe Venetiglio, 30 anos, fã de Game of Thrones, profissão: master-troll da internet. Ele é o cara responsável por espalhar, usando o sistema SHRTURL, a notícia de que Selton Mello representaria no seriado o irmão mais velho de Oberyn, Doran Martell.

O engenhoso rapaz, conhecedor desse site (sobre o qual eu, particularmente, nunca tinha ouvido falar), abalou as internets brasileiras montando um site fake baseado em uma notícia do “Breath Cast”, um site cristão (isso mesmo) que aborda cultura pop.

Como funciona o sistema: é muito simples, você cata um endereço qualquer na internet, joga na barra inicial do site e clica no botão “Edit”, magicamente o site te traz a porcaria da página que você selecionou e te permite editar TUDO (ou quase tudo), até trocar imagens.

Quer montar sua própria página fake? Entra aí no SHRTURL. Você pode, inclusive, modificar essa página.

Sobre Selton ocupando o papel: olha gente, não, não mesmo. Selton, apesar de ótimo ator, tem uma tendencia a recusar papeis considerados “pequenos”, especialmente fora do país, não sei se por arrogância, ou se é por medo de sair da zona de conforto em que ele se encontra (aqui ele é o Neymar do Santos, no Barcelona ele seria mais um). Em um caso recente ele recusou fazer parte do grupo de figurantes que aparecem dentro de nada menos que a nave Enterprise, no último filme do universo Star Trek, o convite veio diretamente J.J. Abrams, fã do trabalho de Selton.

É o efeito “Rodrigo Santoro”, medo de fazer pontas em que não se fale nada. E você pode até ter zoado Santoro naquela época de “As Panteras” (como eu zoei), mas hoje ele sapateia em você (e em mim). Quantos brasileiros você conhece que tem o alcance dele hoje em dia? Alice braga, Morena Baccarin e Lino Facioli (o ator mirim de Game of Thrones). Wagner Moura? Talvez, mas em produções internacionais ele é iniciante, só agora apareceu em seu primeiro projeto (Elysium), apesar do monstro que é Tropa de Elite.

Hoje J.J. está em Star Wars e aí poderia haver a possibilidade de Selton ter sido arrastado junto para o novo projeto num papel mais relevante, uma pena. Mas cada um sabe o que faz e nem todo mundo quer essa fama toda/trabalho todo. Na época ele disse que não se via deixando o Brasil para atuar em outra língua, que não teria a mesma paciência que Santoro para fazer 200 testes e pegar 1, e que ficaria deprimido participando daquilo, enfim, todo um blá, blá, blá.

Até agora Venetiglio deu a trolada do ano, e isso só demonstra a fragilidade da nossa imprensa, bem como sua falta de credibilidade. Quantos sites compraram a história? Vários, especialmente os “principais”. E ainda cito aqui a suposta morte do ator Lou Ferrigno, eterno Hulk, que teve que desmentir em sua página do Facebook uma notícia criada pelo UOL do mais absoluto nada. O que queriam? Ganhar acesso, provavelmente, especialmente porque alguns patrocínios de sites são vendidos por acessos, e não por cliques.

Ou, vai saber, talvez tenham encontrado mais um link trolado com o SHRTURL.

Todavia, expandindo isso, quantas notícias nós recebemos que podem sofrer com o mesmo problema? Pense nisso, especialmente em ano de eleição. Não compre tudo que você lê.

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.