Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Existe filme mais louco que esse? A resposta é não. Esse é o filme mais absurdo que eu já assisti em toda minha vida até agora, sério.

Não espere assistir aqui um filme que faça sentido, esse não faz nenhum, definitivamente. É uma ficção de horror e mistura as coisas mais inesperadas que você pode imaginar.

No filme o personagem principal está convencido de que seu antigo chefe é um reptiliano alienígena toxico. Hein? Isso mesmo que você leu. Ele então sequestra o homem e o mantem confinado em um galpão preparado para recebê-lo. O jovem atormentado mantem o homem sendo filmado o tempo todo e ali desenvolve métodos de tortura que supostamente vão fazê-lo revelar sua verdadeira identidade: a de um reptiliano alienígena tóxico (só pra frisar).

Com a ajuda de sua “namorada”, que compra toda a história e é tão sequelada quanto ele, o jovem pratica os atos mais aterrorizantes possíveis com o tal “reptiliano”, e aqui eu acrescento: esse não é um filme para pessoas fracas de estomago, ele é extremamente forte e eu, quando assisti, pelo nome do filme, não esperava o que estava por vir. Então eu aviso: esperem o pior.

É um filme muito forte e de certa forma faz refletir sobre diversos assuntos, e no fim, bom, o fim é uma surpresa sem tamanho. Inesperado.

É de um brilhantismo doentio que só o cinema sul coreano pode proporcionar.

 

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

Save the Green Planet (Jigureul jikyeora!)
Quantos amendoins açucarados vale esse filme?
10Nota
Nota do Leitor: (0 Votes)
0.0

Sobre o Atendente

Editor chefe, administrador, fotógrafo, criativo, mediador do #FFCBoteco, cozinheiro no #FFCNaCozinha e fundador
Google+

Militância pé na porta! "Às vezes está louco na problematização". Cru. Somente a verdade, nada mais que a verdade. Já foi ignorante e às vezes pensa que é inteligente. Viciado em: consumir informação, alguns jogos, música e sexo. Se formou DJ e Produtor Musical pela AIMEC, não era o que a família queria. Preza por água de boa qualidade (não me venha com Crystal), bem como cerveja (não me venha com Skol). Cozinha muito bem e não come animais. Mora no Cubo Mágico, QG de operações localizado em Porto Alegre, mas é mineiro e come pão de queijo enquanto ainda tiver. Torce para o Palmeiras: "Ninguém é perfeito". Idealizador, fundador, pica das galáxias e rei do universo. Obrigado, de nada.

Lanches Similares