Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Os diplomatas já devem ter notado que todos nossos posts sobre música vem acompanhados de um álbum e que esse vem de um sitezinho chamado rdio.com. Sitezinho? Foi mal, site! Sitezão!

Útil e chupetástico, cadastrem-se no rdio, ele é similar a diversos outros serviços existentes, mas tem diversas funcionalidades das quais os outros não dispõe. Lógico, é online e precisa de internet pra funcionar. “Poxa Paulo, a internet no brasil é um cocôzão, comé que eu vou carregar issae?”, relaxa que o rdio é leve e se não for para uso contínuo, cadastre-se pelo menos para ouvir o que compartilhamos ;).

Ah, dá pra logar com o Facebook; mais fácil que isso não tem jeito.

Te cadastre logo e me agradeça depois.

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

Rdio
Tá valendo em queijos quentes:
9.6Nota
Nota do Leitor: (0 Votes)
0.0

Sobre o Atendente

Coordenador e gerador de conteúdo
Google+

Militância pé na porta! "Às vezes está louco na problematização". Cru. Somente a verdade, nada mais que a verdade. Já foi ignorante e às vezes pensa que é inteligente. Viciado em: consumir informação, alguns jogos, música e sexo. Se formou DJ e Produtor Musical pela AIMEC, não era o que a família queria. Preza por água de boa qualidade (não me venha com Crystal), bem como cerveja (não me venha com Skol). Cozinha muito bem e não come animais. Mora no Cubo Mágico, QG de operações localizado em Porto Alegre, mas é mineiro e come pão de queijo enquanto ainda tiver. Torce para o Palmeiras: "Ninguém é perfeito". Idealizador, fundador, pica das galáxias e rei do universo. Obrigado, de nada.

Lanches Similares