Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Viagem no tempo, um excelente ator, um ótimo roteiro, um visual deslumbrante e um diretor em ascensão, a história, hoje, pode parecer batida, depois de “Looper”, mais recentemente, e “Source Code”, dois fantásticos filmes de viagem no tempo, mas nenhum deles com cacife para derrubar o já antiquíssimo “De Volta Para o Futuro”. A viagem no tempo é um tema complexo, pois, como diria “Doc Brown”, tudo que você faz no passado pode influenciar o futuro e é aí, meus amigos, que vemos roteiros morrerem na praia; montar essa jogada é algo muito complexo, exige tempo, exige dinheiro, e o cinema de hoje não está nem um pouco interessado em gastar, só ganhar.

“Predestination” é mais um na safra de ficções mais independentes (como os dois citados acima), o que sempre me agradam, justamente por fugirem desse eixo do “mal” que só pensa em grana, não que os indies não pensem nela, mas pensam também em quem está vendo e levam isso em frente (quando crescem).  Diretores com o pensamento “George Lucas” de fazer negócio estão fadados a aposentadoria. O consumidor cresceu, o consumidor criou seus filhos com um pensamento diferenciado, e, aos poucos, até mesmo os PG-13 vão gerando produtos mais “cabeça”. Peço gentilmente que você recline a poltrona, clique no botão de play da imagem de destaque, e viaje com o novo trailer desse que me parece ser um fantástico filme.  

Sobremesa: Predestination (Trailer #1).

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.