Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Assisti Logan, não sei porque as pessoas necessitam que esse filme seja encaixado naquela bagunça que o pedófilo do Bryan Singer criou pros X-Men, sinceramente. Logan é muito superior a qualquer coisa que Singer um dia imaginou fazer pelo cinema. Até porque ele é um pedófilo, então, bem, foda-se qualquer coisa com algum lampejo criativo que ele tenha feito.

Não há muitas ligações também com os outros filmes do Wolverine: QUE ÓTIMO. Porque até Logan é deprimente o que fizeram com um dos meus heróis favoritos. Um quadrinho que era simplesmente pegar e filmar, e conseguiram cagar amplamente do início ao fim. Boatos de interferência de Singer, boatos de interferência do próprio Jackman, boatos de interferência dos dois juntos em sua devoção mútua, estúdios, executivos… Os filmes dos X-Men, todos eles, são legais, especialmente o que menos tem o dedo de Singer (Primeira Classe), mas poderiam ser mais.

Nota-se agora, que deixar os filmes “comerciais” nunca foi uma decisão acertada do ponto de vista cinematográfico, porque Logan, para público restrito como foi feito e como sempre deveria ser feito um filme envolvendo o nome Wolverine, haja vista que é um herói violento, é, além de rentável, um filmão da porra! Assim como Deadpool o foi. E eu fico pensando se tivesse sido pensado e realizado assim desde o início, se Jackman não estaria saindo ainda mais Wolverine disso tudo.

É claro que ele está fechando com chave de ouro, temos uma atuação brilhante. Temos um coadjuvante que merece, sem dúvida nenhuma, indicação a todas as premiações possíveis, pois Patrick Stewart está em sua melhor interpretação, diria que da carreira. É fantástico. Emocionante. E Dafne Keen, em sua estréia em longas, destrói como X-23. Os três se completam no road movie caótico que é Logan, onde hora nos pegamos num drama, noutra em um filme de ação, passamos obviamente pela ficção, transitamos pelo velho oeste, despencamos num filme de terror e podemos enxergar um pouco dos filmes infanto juvenis de Spielberg ali.

Se Quentin Tarantino tivesse dirigido o filme eu não me espantaria, no máximo teríamos alguma arte marcial a mais e uma trilha sonora marcada. Mas é James Mangold que escreve e dirige a despedida tanto de Jackman e seu Wolverine, quanto de Stewart e seu Xavier, pois é nesse filme que os dois deixam seus papéis. O primeiro por já estar cansado e para abrir espaço para um outro ator, e o segundo porque o primeiro não mais o acompanhará e disse que Logan é um desfecho bonito/competente para algo que eles começaram juntos.

O filme é, definitivamente, a despedida perfeita para um universo desgastado que precisa rever tudo que foi gasto pela Fox e seu, na minha opinião, incompetente Bryan Singer. E basta olhar bem para o que foi realizado em Logan para contemplarmos que é sim incompetente o que tivemos antes. Um festival de efeitos e uma história pobre. Juvenil. História que, por sinal, já está escrita, é só adaptar sem muito viajar. Basta montar equipe com maior conhecimento de causa e que saiba não deixar furos (como Singer deixou). 

E as reações a Logan me fazem lembrar que recentemente Evangeline Lilly, a futura Vespa do Universo Marvel nos cinemas, declarou que os filmes da DC têm se levado muito a sério. Engraçado que os dois filmes da Marvel que se levaram muito a sério foram/estão sendo um grande sucesso (sim, Deadpool se levou a sério, muito embora seja uma comédia porque o anti-herói pede isso). Talvez as pessoas queiram algo mais próximo de suas realidades, que as façam enxergar heroicas. Vai saber. Ou talvez, mas só talvez, nem tudo precise ser exatamente igual no cinema e a gente precise aprender a conviver com essa pluralidade. 

Não deixe de dar sua nota ao filme, se já o viu, no sistema logo abaixo!

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

Logan: ainda há tempo para ver o melhor filme dos X-Men
Quantas colheradas de milho vale esse filme?
10Nota
Nota do Leitor: (0 Votes)
0.0