Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Imogen Heap é uma banda viajadíssima, e eu, logicamente, curto; quanto mais anormal o som, mais legal o som. Talvez o fato de eu não ser um humano padrão ajude um pouco nisso. Mas foda-se esse devaneio todo, fato é que a mina, que é a própria Heap, auxiliou no desenvolvimento de luvas que, ao que parece, vão revolucionar a música. As Mi.Mu Gloves, que lembram sistemas já utilizados em vídeo-games, habilitam a música para ter total controle a distância de um software desenvolvido especialmente para elas.

O software lembrará uma mesa de som/Ableton Tools (que é utilizado nas demonstrações), o que quer dizer que a pessoa pode trabalhar com sampleadores, loopers, frequências, midi, baterias virtuais, instrumentos e tudo que se refere a produção musical, só que podendo fazer isso ao vivo, sem mesas, sem cdjs, apenas mexendo as mãos, livre, leve e solta. Proporcionando uma maior interação com o público. Mesmo o posicionamento no palco afeta nas frequências sonoras.

O projeto pede doações apenas para auxílio no desenvolvimento e está no Kickstarter, até para que o software nativo possa ser open source, o que é uma grandiosa atitude de Heap e se vê o orgulho estampado na face dela em querer desenvolver um mundo do qual ela faz parte e não obter lucro desenfreado em cima disso. Eu, como uma pessoa que possui formação como DJ/Produtor Musical, posso imaginar as loucuras que isso poderia proporcionar atrás das pickups, mas não só para o DJ, talvez, principalmente, para um VJ. O show seria certo/completo. Manipular o software com samples de imagens/vídeos, além do controle da iluminação. As possibilidades são infinitas.

Abaixo uma demo no WIRED 2012, ainda em fase experimental (em algumas partes é ensacante, mas vale muito a pena conferir o vídeo todo):

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

Sobre o Atendente

Editor chefe, administrador, fotógrafo, criativo, mediador do #FFCBoteco, cozinheiro no #FFCNaCozinha e fundador
Google+

Militância pé na porta! “Às vezes está louco na problematização”. Cru. Somente a verdade, nada mais que a verdade. Já foi ignorante e às vezes pensa que é inteligente. Viciado em: consumir informação, alguns jogos, música e sexo. Se formou DJ e Produtor Musical pela AIMEC, não era o que a família queria. Preza por água de boa qualidade (não me venha com Crystal), bem como cerveja (não me venha com Skol). Cozinha muito bem e não come animais. Mora no Cubo Mágico, QG de operações localizado em Porto Alegre, mas é mineiro e come pão de queijo enquanto ainda tiver. Torce para o Palmeiras: “Ninguém é perfeito”. Idealizador, fundador, pica das galáxias e rei do universo. Obrigado, de nada.

Lanches Similares