Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Mais uma vez eu compartilho uma série que ajuda a preencher o vazio que restou no meu coração após o fim de Breaking Bad; snif, snif…

House of Cards, Game of Thrones e Bron/Broen, são as únicas séries que, no momento, se equiparam a obra de arte que foi Breaking Bad. O único problema é que Breaking Bad já acabou, quem assistiu sabe que a série começou excelente e foi melhorando até o fim, sem nenhuma queda de nível, só evoluiu; enquanto as outras estão em continuidade/ainda podem decepcionar. E se você não assistiu Breaking Bad, eu repito: VÁ LOGO ASSISTIR!

Falemos sobre House of Cards: a série é exclusiva do Netflix, que futuramente papará o mercado assustadoramente (escrevam) e que além disso dá total liberdade de trabalho para os seus contratados. E quais são dois dos contratados em House of Cards? Mr. Kevin Spacey e Mr. David Fincher, se você não os conhece é melhor parar de ler por aqui, ou pelo menos vá pesquisar, pelamor, se informe! Dito isso, temos uma série que aborda todo o sistema politico estadunidense, o jogo de cadeiras, as falcatruas, a propaganda, a mídia, as mentiras, os sindicatos, as ongs, as traições, a troca de favores… A série é genial e o humor/narrativa empregados por Spacey são uma coisa sem igual; mestre, mestre e mestre. O grupo todo é tão harmônico e talentoso quanto o de Breaking Bad.

Fora isso, esse cenário politico todo serve para qualquer país, embora no Brasil a coisa seja um tanto pior, ou não, e é uma boa para quem quer abrir um pouco os olhos, haja vista que eles mostram tudo de forma bem crua e não duvide que coisas como as que ocorrem na série aconteçam na vida real.

É uma daquelas séries obrigatórias e um conselho amigo: assine Netflix, vale a pena. Vale mais que sua TV a cabo cheia de comerciais. Não é jaba, quem dera fosse.

A segunda temporada está chegando, corra para assistir a primeira enquanto é tempo.

 

 

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

House of Cards
Avaliação em pacotes de Chocolícia:
10Nota
Nota do Leitor: (0 Votes)
0.0

Sobre o Atendente

Coordenador e gerador de conteúdo
Google+

Militância pé na porta! "Às vezes está louco na problematização". Cru. Somente a verdade, nada mais que a verdade. Já foi ignorante e às vezes pensa que é inteligente. Viciado em: consumir informação, alguns jogos, música e sexo. Se formou DJ e Produtor Musical pela AIMEC, não era o que a família queria. Preza por água de boa qualidade (não me venha com Crystal), bem como cerveja (não me venha com Skol). Cozinha muito bem e não come animais. Mora no Cubo Mágico, QG de operações localizado em Porto Alegre, mas é mineiro e come pão de queijo enquanto ainda tiver. Torce para o Palmeiras: "Ninguém é perfeito". Idealizador, fundador, pica das galáxias e rei do universo. Obrigado, de nada.

Lanches Similares