Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


As duas figuras mais importantes de uma das séries mais emblemáticas da atualidade, Robin Wright e Kevin Spacey, são centro de mais uma etapa de uma discussão que se arrasta em nossa sociedade e se replica pra cada uma das instâncias profissionais dela: a igualdade salarial. Homens e mulheres que ocupam o mesmo cargo sempre estão em disparidade dentro de suas respectivas profissões, e se fizermos recortes sociais étnicos e de identidade de gênero, a discussão vai ainda mais além, já que, por exemplo, mulheres brancas ganham mais que homens negros em média, e mulheres brancas ganham mais que mulheres negras também. O debate é complexo, extenso, portanto me aterei aos dois personagens em questão.

houseofcardsilovethatwoman00

Não há dúvidas acerca do trabalho de Spacey e sua genialidade, sua vasta carreira está ali estampada para quem quiser ver, ele está creditado 82 vezes como ator no IMDB, enquanto Wright aparece quase que duas vezes menos com 54 créditos. Como produtor a diferença aumenta: Spacey tem 36 produções e Wright apenas 4, mas o que isso nos diz? Muitíssima coisa, na verdade isso deixa ainda mais flagrante a quantidade infinitamente maior de oportunidade que homens brancos têm no mercado, não só cinematográfico, e também a disparidade salarial recebida por um e por outro, que faz com que Spacey possa investir 9 vezes o que Wright investe dentro de seu nicho. Mas há dúvidas quanto a genialidade de Wright? Basta assistir House of Cards para tirá-las, se é que elas existiam.

houseofcardsclaireefrank00

Os personagens vividos pela atriz e pelo ator são complementares, parceiros de crime, não existem um sem o outro, Claire e Frank Underwood, se forem presos ou mortos, o serão juntos. A série é dependente tanto de um, quanto de outro, a trama não existe sem eles, e tanto um, quanto o outro, aí me refiro a atriz e ao ator, são produtores dela, além disso, Robin Wright dirigiu 7 episódios de House of Cards, sendo 4 deles na última temporada. Se Frank é icônico? É lógico que é, mas por que Claire também não é? Os dois se costuram, se entrelaçam, o tempo todo. São cúmplices. E num ambiente de Netflix, que se propagandeia como um canal mais inclusivo que os outros, nada mais justo que os Underwood recebam igualmente por seus feitos. Então, agora, para que números não sejam jogados no ventilador, Wright receberá a mesma quantidade de milhões que Spacey em sua conta. E a luta continua…

houseofcardsworkwithfearclaire

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.