Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Assisti o filme duas vezes, o Episódio VII, uma em 2D e outra em IMAX (assistam nesse formato, o filme foi feito pra ser visto assim), e na saída do IMAX uma pessoa disse para namorada “Agora é esperar o próximo”, e a namorada de outro casal desconhecido deles passava e disse “Sabe-se lá quando, hahaha”. Ninguém é obrigado a estar informado sobre Star Wars, claro, mas a verdade é que teremos um por ano, intercalando entre a história dita como principal e outras paralelas, os spin-off, e três delas já estão decididas: Rogue One, Boba Fett e Han Solo. A primeira é baseada numa pequena passagem do letreiro flutuante do Episódio IV, onde é dito que mercenários foram contratados pelos Rebeldes para roubar os planos de construção da Estrela da Morte; a segunda é baseada no maior caçador de recompensas desse universo, Boba Fett é figura conhecida de todos, mas depois dos surtos egocêntricos do promissor diretor Josh Trank, em meio as filmagens de Quarteto Fantástico, a Lucasfilm o limou do projeto, o que consequentemente atrasou tudo. Agora, o terceiro, corre para ser segundo e sair em 2018.

Lá atrás, quando Trank estava em voga, quando estavam todos de boas, até mesmo Aaron Paul, o Jesse Pinkman de Breaking Bad, fora considerado para o papel de jovem Han Solo, pois dia 11 a Variety liberou uma lista de atores que estão nas finais da escolha onde milhares de atores já foram descartados (Paul não está nela), e são eles:

Miles Teller: o mais engraçado desse nome, ou não, é que ele pode ter sido o pivô de toda treta que rolou com Josh Trank nos sets de filmagem do Quarteto, e pelo que contam os caras quase saíram na porrada. Um ótimo ator, mas você não vai querer perder tempo vendo ele nesse fracasso, assista Whiplash!

Scott Eastwood: não tem muita experiência além de papéis secundários em alguns grandes filmes, como Corações de Ferro. É bonitão, e é filho do Clint Eastwood. Fim.

Ansel Elgort: não conheço muito o trabalho do guri, a não ser do mais recente remake do clássico de Stephen King, Carrie, A Estranha. Mas se você curte o quem tem sido feito com a adaptação da série Divergente, sabe que ele está lá, e que, também, esteve junto com a atriz principal, Shailene Woodley, na, também, adaptação de A Culpa é das Estrelas.

Logan Lerman: também passou por Corações em Fúria, mas com grande atuação, o Percy Jackson apesar da curta carreira já tem seu nome marcado no cinema. Seu papel em As Vantagens de Ser Invisível é, também, excelente, e ele pode ser visto, ainda, em Noé.

Dave Franco: vou muito com a cara do irmão do James Franco, não sei muito porque, mas vou, muito apesar de ter um único trabalho que pode alçá-lo a essa lista, o recente filme de mágica e roubo: Truque de Mestre, que ganhará uma sequência ainda esse ano.

Emory Cohen: está no filme Brooklyn, que traz a atriz Saoirse Ronan arrebentando e sendo indicada ao Globo de Ouro, e fora isso tem ótimos trabalhos independentes. 

Jack Reynor: em ascensão após sua participação no bilionário último Transformers, Reynor está envolvido em trabalhos grandes como o novo Macbeth, onde atua com Michael Fassbender e Marion Cotillard; HHHH, filme de Segunda Guerra que também conta com elenco recheado de grandes nomes; e O Livro das Selvas (Warner), que será lançado um ano depois de Mogli (Disney), e conta com a primeira direção do mímico e ator Andy Serkis (Gollum, King Kong, Caesar, Supremo Líder Snoke…), além de um elenco invejável com nomes como: Benedict CumberbatchChristian BaleCate Blanchett e Naomie Harris.

Blake Jenner: ele está escalado para o novo trabalho do diretor do excelente BoyhoodRichard Linklater, e fora isso conta com participações em séries como Glee e, mais recentemente, Supergirl

É preciso salientar que a informação da Variety pode vir a não se concretizar, mas tanto eles quanto o Indie Revolver, que compartilhou a informação, costumar dar dados seguros sobre os bastidores do cinema, especialmente quando se trata de Star Wars, já que o Revolver vazou tudo que poderia do filme.

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.