Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Depois de um fracasso na primeira tentativa, onde a pedida de U$125.000 rendeu “apenas” U$20.000, Coolest já passou os U$11.000.000. A campanha foi criada e atingiu seu objetivo, agora mais modesto, de U$50.000 em 36h, um dia depois a coisa toda se espalhou e já passava de U$1.ooo.ooo. E faltando mais de um dia para o seu término, com veículos divulgando, a certeza de que passe mais um ou dois milhões pra frente é grande. E já são mais de 50.000 patrocinadores.

A ideia é muito simples e bacana: um cooler para bebidas que tem rodinhas e puxador, tipo mala, só que mais reforçado, um elástico para prender coisas em cima do cooler quando ele for ser transportado, possui também abridor de garrafa, caixa de som a prova d’água/removível  e conexão bluetooth para smartphone nessa mesma caixa, suporte para liquidificador, motor para liquidificar, suporte para pratos e faca, e toda parte elétrica é movida por uma bateria de 18v que permite também, além de liquidificar, ligar a caixa de som e conectar o dispositivo móvel, carregar o celular ou ligar qualquer aparelho através de USB, e ligar uma lâmpada de led interna para pegar suas bebidas ou comida à noite.

A bateria é carregada, no atual projeto, através de USB, mas Ryan Grepper, o inventor, já estuda um método mais simples e facilitador, como a energia solar, já que a intenção é ter um aparelho que facilite coisas como um acampamento, e no meio do mato não tem USB e energia elétrica, mas tem sol. Outra possibilidade seria usar o movimento das rodinhas para gerar energia, o que seria uma boa também. Ou as duas opções. No mais, por enquanto, essa é a única falha do projeto (o carregamento por USB/energia elétrica).

Abaixo você pode conferir um vídeo sobre o invento e se quiser participar da fundação dele no Kickstarter é só clicar AQUI e acessar a página, ainda dá tempo. Lá você encontrará mais detalhes e uma FAQ com algumas respostas a perguntas comuns.

 

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.