Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Entra ano, sai ano e os comerciais da Axe continuam sendo um desserviço social, além de bobos/infantiloides, tratam a mulher como se fosse um bibelô; o bibelô mais superficial do planeta. E o homem como sendo um idiota completo.

Todos os comerciais trazem os “machos alfa” e suas posições de liderança, com carrões, com muito dinheiro, com posições superiores e até mesmo nas mais simples situações a Axe dá um jeito de meter machismo. Tu é um esfarrapado, mas é homem e se é homem: É LÍDER. A mulher é nada mais do que uma conquista masculina, nada mais que um objeto a ser possuído pelo homem que a salvará de todas as mazelas do planeta, como um herói, um príncipe em seu cavalo; como se a mulher não fosse capaz de galgar tudo isso sozinha, ou sem ajuda, como se a mulher não fosse capaz de ajudar, como se o homem não fosse necessitoso de ajuda, como se o homem não fosse um ser dependente, como se a mulher não tivesse força, como se o homem não tivesse fraquezas…

Dito isso, não me surpreendi quando vi o novo comercial da marca, muitos canais compartilhando, muito bem feito, muitos elogios (provavelmente até de mulheres), todavia a história é a mesma, continua igual, independente da mensagem que esse comercial tente passar como sendo a principal “faça amor, não faça guerra”, ele continua sendo machista. Encontre uma mulher no comercial que esteja em posição de liderança, não tem; mesmo nos dias de hoje, onde temos duas mulheres liderando duas das maiores economias mundiais. O pior disso tudo é que a sociedade machista cega tanto, que muitas mulheres vão achar “bonitinho” e meu post um exagero.

Além disso tudo, eu quero que vocês me apontem nesse comercial uma pessoa negra, de qualquer sexo (podem procurar nos outros comerciais da marca também) e dentro disso aponto que os árabes do comercial estão bem “branquinhos”.

Axe, que infelizmente eu uso vez em quando, é uma marca preconceituosa e tanto eu, quanto você, deveríamos parar de usá-la.

 

 

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

Sobre o Atendente

Coordenador e gerador de conteúdo
Google+

Militância pé na porta! "Às vezes está louco na problematização". Cru. Somente a verdade, nada mais que a verdade. Já foi ignorante e às vezes pensa que é inteligente. Viciado em: consumir informação, alguns jogos, música e sexo. Se formou DJ e Produtor Musical pela AIMEC, não era o que a família queria. Preza por água de boa qualidade (não me venha com Crystal), bem como cerveja (não me venha com Skol). Cozinha muito bem e não come animais. Mora no Cubo Mágico, QG de operações localizado em Porto Alegre, mas é mineiro e come pão de queijo enquanto ainda tiver. Torce para o Palmeiras: "Ninguém é perfeito". Idealizador, fundador, pica das galáxias e rei do universo. Obrigado, de nada.

Lanches Similares