Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


A tempos venho acompanhando notícias das sansões impostas pela ANATEL para tentar controlar o caos da telefonia em nosso país, mas só vejo medidas desesperadas ou coniventes. Não há penalidade que realmente surta algum efeito expressivo para melhora da qualidade, tanto tecnológica, quanto de atendimento; somos reféns das operadoras, a tecnologia só evolui quando elas querem, usamos aparelhos modificados, bloqueados e somente nos modelos que as empresas do ramos escolhem. Já vi a agência aplicar multas milionárias e depois “passar a mão na cabeça”, dizendo que podem pagar em “investimentos“. Sinceramente não entendo esta matemática.

Agora a Anatel quer proibir celulares “piratas”, mas pergunto: o que define pirata? Pois há aparelhos originais que apenas não são homologados pela ANATEL. E porque não, se há consumidores dispostos a comprar e/ou usando com sucesso? Será que o problema não é a falta de fiscalização e não o contrabando em si? Isso se for contrabando! A imagem acima é de um telefone da marca ZOHO, fabricante italiano, que vende celular no Brasil, mas não tem a dita homologação. Por que será?

E como fica a pesquisa tecnológica com aparelhos que usam placas importadas para chips 3G/4G, como é o caso de projetos como Arduíno? Projetos que são de valor imensurável para o avanço tecnológico nacional. Vai ser considerado pirata, ou seja, a ciência vai ser pirataria? Se impressione com os projetos criados por pesquisadores profissionais e amadores no site Laboratório de Garagem, aquiÉ revoltante ver este mercado dominado sempre pelos mesmos, as marcas não mudam, as operadoras também não, a concorrência foi substituída por um cartel legalizado. Tudo virou bagunça e favores políticos, o Paulo deixou bem claro esse estado de caos e normalização da situação geral do país.

Quando formos as ruas, vamos lembrar desses exemplos, dessas agências, desses reguladores que nada regulam. A luta recém começou, vamos sair do 5% e irmos além. Acha que falo em futilidade, é só trocar no texto acima, ANATEL por ANS, e celulares por Planos de Saúde e te impressionará com as semelhanças! Uma das provas desse domínio das empresas de telefonia e fabricantes é o vídeo abaixo que só falou verdades, mas mesmo assim foi censurado no canal original, o Canal do Otário:

 

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.