Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Faz um século que não acompanho corridas de moto, desde que o brasileiro Alexandre Barros deixou de correr, e na moral eu nunca gostei muito das competições. Sei lá, sempre meio engessadas, trocas de posições quase que robóticas e administradas na medida do necessário; mesmo motivo que me afasta das corridas de stock car, tipo Nascar da vida.

Mas hoje me chamou atenção uma notícia sobre a existência da piloto de 17 anos Ana Carrasco e realmente não me lembro, na época que via Moto GP e sub categorias como a Moto3, da presença de uma mulher no grid. Todavia sei que ela não é a primeira, embora seja a primeira a pontuar em mais de uma década em sua categoria.

Ana por si já é um troféu para as mulheres, não apenas desse esporte, mas foi no GP da Holanda que ela tomou uma atitude que chamou bastante atenção dos machos que comandam tudo (e os que comentam o esporte também). É usual que os pilotos sejam acompanhados de modelos com beleza padronizada portando sombrinhas para protegê-los do sol, e Ana, nesse GP, trouxe com ela um modelo sem camisa. Não poderia ser melhor, uma atitude louvável e de afronta.

Mas é claro que a machaiada tinha que dar o ar da graça, como o comentarista Fausto Macieira do SporTV:

Foi uma boa ação de Marketing. A Ana Carrasco se classificou na 24ª colocação no grid de largada e, com essa manobra, ela chamou a atenção, todo mundo tirou foto. O rapaz conseguiu até alguns fãs lá. Direitos iguais. Só que o cara está sem camisa, então, tem que ter direitos iguais (com as meninas do guarda-chuva) – brincou Fausto.

Ação de marketing, só? Diminuiu a 24ª posição alcançada pela menina? Direitos iguais para o modelo e não para a piloto? Quer ver peitinhos? Nossa, não pegou nada o tal Fausto. Boçal é mato.

Como eu disse por aqui em diversos posts: por mim todo mundo andaria pelado, mas o que o Sr. Fausto não consegue enxergar é que se os “peitinhos” forem expostos o mundo desaba, a igreja condena, a transmissão é cortada e as minas viram bruxas-piranhas-desavergonhadas-from-hell, serão queimadas em praça pública, censuradas e tudo que tiver direito. E certamente, diferentemente do homem que mostra suas tetas, seriam demitidas de seus empregos. Seriam prostitutas.

E aí entramos no looping machista, já que a mulher tem direito de fazer o que quiserem com o corpo, até mesmo vendê-lo, mas a profissão de prostituta é diminuída. Ou você já viu alguém sendo xingado de “prostituto”, ou “garoto de programa”, ou “gogo boy”…? Eu nunca vi. Ademais a atitude de Ana era uma critica ao meio dela, e não ao meio do modelo. No máximo faria uma tabela com o uso de mulheres como objetos de adorno. No máximo.

Por fim, espero que a Ana continue levando modelos homens para acompanhá-la, que irrite, que proteste, que se faça ouvida, que ajude a levantar uma bandeira contra o machismo/objetificação da mulher, que não se abale, e que não fique só nisso. Estou pensando até em voltar a assistir moto velocidade por causa dela.

PS.: Notem o desenho de rastro de pneu/patrocinador no peitoral do Boy Magia, hahaha. Show!

anacarrasco1

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

Sobre o Atendente

Editor chefe, administrador, fotógrafo, criativo, mediador do #FFCBoteco, cozinheiro no #FFCNaCozinha e fundador
Google+

Militância pé na porta! “Às vezes está louco na problematização”. Cru. Somente a verdade, nada mais que a verdade. Já foi ignorante e às vezes pensa que é inteligente. Viciado em: consumir informação, alguns jogos, música e sexo. Se formou DJ e Produtor Musical pela AIMEC, não era o que a família queria. Preza por água de boa qualidade (não me venha com Crystal), bem como cerveja (não me venha com Skol). Cozinha muito bem e não come animais. Mora no Cubo Mágico, QG de operações localizado em Porto Alegre, mas é mineiro e come pão de queijo enquanto ainda tiver. Torce para o Palmeiras: “Ninguém é perfeito”. Idealizador, fundador, pica das galáxias e rei do universo. Obrigado, de nada.

Lanches Similares