Esse prato não sairia do forno sem o financiamento de: Tiago Pariz Almeida!
Quer ver seu nome aqui? CLIQUE e saiba como.


Um compilado de imagens de atrocidades praticadas pela PM do Brasil, essa aberração criada pela ditadura e alimentada até hoje, uma música instrumental, e a harmonia entre as duas coisas se faz em ações sem sentido/absurdas.

A polícia deveria estar servindo e protegendo o cidadão e não combatendo ele, militares devem combater invasões e ataques externos. Para ordem interna existe a polícia civil e guardas municipais, e não que suas atitudes também não sejam falhas as vezes, mas pelo menos elas obedecem leis civis.

É absurdo que a PM continue tendo privilégios de exército, não sendo julgados por seus crimes em âmbito civil e, pior ainda, é o treinamento recebido, que fica muito distante do que é necessário para o lide com a população e está mais próximo do lide que se deve ter em guerras .

Estamos alimentando mais e mais um monstro. Não somos inimigos.

Desmilitarização JÁ!

 

Achou nossa mensagem importante e quer que ela chegue em mais pessoas? Ajude o Fast Food Cultural a crescer, seja um financiador! Você pode contribuir com o projeto através do Patreon ou Apoia.se, acesse os links, confira nosso vídeo, nossos objetivos, leia outros textos nossos e faça parte da nossa família.

Sobre o Atendente

Coordenador e gerador de conteúdo
Google+

Militância pé na porta! "Às vezes está louco na problematização". Cru. Somente a verdade, nada mais que a verdade. Já foi ignorante e às vezes pensa que é inteligente. Viciado em: consumir informação, alguns jogos, música e sexo. Se formou DJ e Produtor Musical pela AIMEC, não era o que a família queria. Preza por água de boa qualidade (não me venha com Crystal), bem como cerveja (não me venha com Skol). Cozinha muito bem e não come animais. Mora no Cubo Mágico, QG de operações localizado em Porto Alegre, mas é mineiro e come pão de queijo enquanto ainda tiver. Torce para o Palmeiras: "Ninguém é perfeito". Idealizador, fundador, pica das galáxias e rei do universo. Obrigado, de nada.

Lanches Similares